Acesse Morro
Quatro Horas

Sequestrador de ônibus no Rio é morto por atiradores de elite

O sequestro começou pouco antes das 6h e interditou a ponte nos dois sentidos. Até as 9h, o sequestrador havia liberado seis reféns.

20/08/2019 13h31
Por: Fabrício Vieira
Fonte: FolhaPress e Agência Brasil

Atualização às 10h57

O porta-voz da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro, coronel Mauro Fliess, confirmou que o sequestrador que fez 37 reféns no início da manhã, em um ônibus na Ponte Rio-Niterói, foi morto por atiradores de elite.

Tiros foram ouvidos no local por volta das 9h. Pelo Twitter, a PM informou que a ocorrência foi encerrada sem vítimas entre os reféns. “O tomador de refém foi neutralizado por um atirador de precisão do #Bope [Batalhão de Operações Policiais Especiais] e todos os reféns foram libertados ilesos” postou a corporação.

O sequestro começou pouco antes das 6h e interditou a ponte nos dois sentidos. Até as 9h, o sequestrador havia liberado seis reféns. Segundo as primeiras informações, ainda não confirmadas, o sequestrador estava armado e se identificou como policial militar.

A polícia disse que a arma usada por ele era um simulacro, ou seja, de brinquedo.

A ponte permanece interditada.

Matéria original

Um homem armado dentro de um ônibus mantém uma dezena de passageiros reféns na ponte Rio-Niterói desde o início da manhã desta terça-feira (20).

A polícia diz não saber as motivações do suspeito -ele ainda não foi identificado. O criminoso está armado com uma pistola, uma faca, um taser e também ameaça atear fogo no veículo com um galão de gasolina. Ele jogou um coquetel molotov na direção dos policiais.

Após quase 2h30 de negociações, o suspeito já libertou seis reféns: quatro homens e duas mulheres. Ao ser resgatada, uma das vítimas desmaiou no asfalto. Segundo a polícia, apesar do choque emocional, todos os passageiros libertados passam bem. Para a Polícia Rodoviária Federal, ao menos 18 passageiros ainda estão dentro do ônibus.

O sequestro começou por volta das 6h desta terça. Armado, o homem ordenou que o motorista da Viação Galo Branco estacionasse o veículo atravessado na ponte. O ônibus faz parte da linha 2520, que sai do Jardim Alcântara, em São Gonçalo, em direção ao Estácio, na região Central do Rio.

A linha desse ônibus sai do Jardim Alcântara, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, e vai até o Centro do Rio. O porta-voz da PM do Rio de Janeiro, Mauro Fliess, disse que há indícios de que a ação foi premeditada e que sua identidade não está confirmada.

Um grande congestionamento foi formado no acesso da via. No Twitter, a Ecoponte, concessionária da ponte Rio-Niterói, recomenda o uso de barcas para fazer a travessia no sentido Rio. Não há alternativa viária para fazer o trajeto.

Fonte: FolhaPress e Agência Brasil

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Morro do Chapéu do Piauí - PI
Atualizado às 07h40
27°
Poucas nuvens Máxima: 40° - Mínima: 21°
27°

Sensação

22.4 km/h

Vento

49.2%

Umidade

Fonte: Climatempo
Natalia Financeira
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Anúncio